Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
https://tecnologiammm.com.br/doi/10.4322/2176-1523.20191605
Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
Artigo Original

SUBSTITUIÇÃO DO CIMENTO PORTLAND POR RESÍDUO DE PLACA CERÂMICA EM ARGAMASSA

REPLACEMENT OF PORTLAND CEMENT FOR CERAMIC PLATES WASTES IN MORTAR

Micheli Warmling Formigoni, Daiane dos Santos da Silva Godinho, Eduardo junca, Elaine Guglielmi Pavei Antunes

Downloads: 0
Views: 141

Resumo

O objetivo deste trabalho é estudar a substituição do cimento Portland por resíduo de placa cerâmica em argamassa. O resíduo de placa cerâmica foi cominuído e caracterizado através de análise química e análise granulométrica. Em seguida, foram confeccionadas misturas com substituições de 5%, 12% e 20% do cimento Portland e determinados os índices de consistência, absorção da água, índice de vazios, massa específica, resistências à tração na flexão e resistência compressão axial para cada mistura. Os resultados mostraram que o resíduo de placa cerâmica é composto principalmente por SiO2 (69,09%) e Al2 O3 (15,4%). A substituição de 5 e 12% ocasionou uma diminuição da porosidade dos corpos de prova. Os testes de resistência à tração na flexão mostraram um aumento nesta propriedade. Entretanto, os testes de resistência à compressão axial apresentaram um decréscimo de 0,9% e 2,5% para as substituições de 5 e 12%.

Palavras-chave

Resíduos de placas cerâmicas; Cimento Portland; Resíduos sólidos.

Abstract

The aim of this paper is to study the replacement of Portland cement by ceramic plates waste into mortar. The ceramic plate waste was milled and characterized through chemical analysis and particle size analysis. Then, it was elaborated mixtures in order to replace 5, 12 and 20 wt.% of Portland cement by ceramic plates waste. In addition, the consistency indices, water absorption, void index, specific mass, tensile strength in flexion and axial compression were determined for each mixture. The results showed that the ceramic plates waste are composed by of SiO2 (69.09 wt.%) and Al2 O3 (15.4 wt.%). The replacement of 5 and 12 wt.% decreased the mortar porosity. The tensile strength in flexion assays showed an increase on this property. However, the axial compression tests presented a decrease of 0.9% and 2.5% for replacement of 5 and 12 wt.%.

Keywords

Ceramic plate waste; Portland cement; Solid waste.

Referências

1 Melo FCAC. Analise de Argamassas com substituição Parcial do Cimento Portland por Cinza Residual de Lenha de Algaroba [dissertação]. Natal: Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Norte; 2012.

2 Ebrahimi A, Saffari M, Milani D, Montoya A, Valix M, Abbas A. Sustainable transformation of fly ash industrial waste into a construction cement blend via CO2 carbonation. Journal of Cleaner Production. 2017;156:660-669.

3 Chen W, Hong J, Xu C. Pollutants generated by cement production in China, their impacts, and the potential for environmental improvement. Journal of Cleaner Production. 2015;103:61-69.

4 Andrés R, Salazar R, Rivera JF, Gutiérrez RM. Alkali-activated building materials made with recycled construction and demolition wastes. Construction & Building Materials. 2017;149:130-138.

5 Paixão C, Caetano A, Coliante LF, Silva JGR, Bergmann LCP, Carlos P. Estudo da viabilidade de utilização de resíduos cerâmicos para confecção de argamassas. Cerâmica Industrial. 2011;4:33-38.

6 Sindicato das Industrias de Cerâmica de Criciúma – SINDICERAM. [página da internet]. [acesso em 15 Fev. 2019]. Disponível em: .

7 Elçi H. Utilisation of crushed floor and wall tile wastes as aggregate in concrete production. Journal of Cleaner Production. 2016;112:742-752.

8 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR 13276: Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos – Requisitos. Rio de Janeiro: ABNT; 2005.

9 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR 7215: Cimento Portland – Determinação da resistência à compressão. Rio de Janeiro: ABNT; 1996

10 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR 9778: Argamassa e concreto endurecidos – Determinação da absorção de água, índice de vazios e massa específica. Rio de Janeiro: ABNT; 2005.

11 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR 13279: Argamassa para revestimento de paredes e tetos – Determinação da resistência à tração na flexão e à compressão. Rio de janeiro: ABNT; 2005.

12 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR15259: Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos - Determinação da absorção de água por capilaridade e do coeficiente de capilaridade. Rio de Janeiro: ABNT; 2005.

13 Belaidi ASE, Azzouz L, Kadri E, Kenai S. Effect of natural pozzolana and marble powder on the properties of selfcompacting concrete. Construction & Building Materials. 2012;31:251-257.

14 Al-Swaidani A, Hammoud I, Meziab A. Effect of adding natural pozzolana on geotechnical properties of limestabilized clayey soil. Journal of Rock Mechanics and Geotechnical Engineering. 2016;8:714-725.

15 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR12653: Materiais pozolânicos – Requisitos. Rio de Janeiro: Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT; ABNT; 2012.

16 Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. NBR13281: Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos – requisitos. Rio de janeiro: ABNT; 2005.

17 Haach VG, Vasconcelos G, Lourenco PB. Influence of aggregates grading and water/cement ratio in workability and hardened properties of mortars. Construction & Building Materials. 2011;25:2980-2987.

18 Singh SB, Munjal P, Thammishetti N. Role of water/cement ratio on strength development of cement mortar. Journal of Building Engineering. 2015;4:94-100.

5c6c4a5d0e8825523be6163a tmm Articles
Links & Downloads

Tecnol. Metal. Mater. Min.

Share this page
Page Sections