Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
https://tecnologiammm.com.br/article/doi/10.4322/tmm.00302001
Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
Artigo Original

ASPECTOS TÉCNICOS DA UTILIZAÇÃO DA CAREPA GERADA EM PROCESSOS SIDERÚRGICOS E TRATADA POR DESAGREGAÇÃO ULTRA-SÔNICA

TECHNICAL ASPECTS OF THE USE OF SCALE MILL TREATED BY ULTRA-SOUND PROCESS

Cunha, Adriano Ferreira da; Araújo Filho, Gerson de; Martins Junior, Álvaro; Gomes, Olídio Carlos B.; Assis, Paulo Santos

Downloads: 0
Views: 419

Resumo

A siderurgia brasileira tem uma geração média de resíduos de 700kg por tonelada de aço produzido. A recuperação dos teores metálicos contidos nesses resíduos passou a ser muito importante tanto quanto aos limites impostos pelas legislações ambientais, como do ponto de vista econômico, visto que substituem matérias-primas empregadas no processo. Carepa é um produto oriundo da oxidação da superfície do aço quando submetido ao gradiente térmico ou simples ação do tempo. Uma planta piloto foi instalada na ETE-III da VMB, onde foi gerada a carepa limpa para os testes na própria empresa. A técnica por DUS mostrou que este material é de fácil processamento e que eleva o seu valor agregado, substituindo com eficácia a utilização da carepa nas operações de refino.

Palavras-chave

Carepa, Sucata, Desagregador ultrassônico, Refino

Abstract

The Brazilian ironmaking has a waste average generation of 700kg per ton of produced steel. Recuperation of metallic contents presented in these wastes came to be very important either concerned to the limits obliged by the environmental legislation or by the economical point of view, inasmuch as they replace raw-materials employed in process. Mill scale is a product from the oxidation of steel when it is submitted to the thermal gradient or just action of weather. One pilot plant was installed in the VMB’s ETE-III, where was produced the cleaned mill scale for testing on the own company. The technique of USD showed this material is of easy processing and that it enhances its aggregated value, replacing with efficiency the use of scrap in refining operations.

Keywords

Mill scale, Scrap, Ultra-sound disaggregation, Refining

Referências



1 TAKANO, C.; DEODORO, J. T. C.; NASCIMENTO, R. C.; MOURÃO, M. B.; LENZ, G.; MARTINS, D. S. A reciclagem de resíduos siderúrgicos sólidos. In: SEMINÁRIO NACIONAL SOBRE REUSO/RECICLAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS INDUSTRIAIS, 2000, São Paulo. São Paulo: Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, 2000.

2 SOARES, R.C. Aços planos em alta: entrevista. Revista Metalurgia & Materiais, São Paulo, v. 55, n. 491, p. 426-428, set. 1999.

3 SOARES, C.A.W. Mercado de minério de ferro: perspectivas e desafios. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MINÉRIO DE FERRO, 3., 2001, Ouro Preto, MG, 2001.

4 PENIDO, J. N.; HARANO, E. L.; SILVA, M. C. Consumo de rejeitos industriais em uma sinterização. Revista Metalurgia & Materiais, São Paulo, v. 50, n. 429, p. 512-521, maio 1994.

5 AUMÔNIER, J.; JUCKES, L.M.; TRAICE, F. B. British Steel Public Limitted Company. In: SEMINÁRIO SOBRE P R O C E S S A M E N TO, UTILIZAÇÃO E DESCARTE DE RESÍDUOS NA I N D Ú S T R I A SIDERÚRGICA, 1996, Balatomszéplak, Hungria. [s.n.t.]

6 SOUZA, E. L.; OLIVEIRA, C. P.; GOMES, J. E. L.; ARAÚJO, F. G. S. Estudo e desenvolvimento de um processo de tratamento de resíduos siderúrgicos através da técnica de desagregador ultra-sônico. 2003. Tese (Doutorado em Engenharia de Materiais) – Rede Temática em Engenharia de Materiais da Universidade Federal de Ouro Preto, 2003.

7 ETRUSCO, G. S. P. Aciaria LD. São Paulo: ABM, 1992.

8 OLIVEIRA, C. A.; CARDOSO, C. R. O.; VIEIRA, S. R.. Otimização do carregamento na aciaria. In: CONGRESSO ANUAL DAABM, 35., 1980, São Paulo. Anais... São Paulo: ABM, 1980.

9 LÚCIO, A. Físico-química metalúrgica. Belo Horizonte: UFMG, 1965. 4v.

10 LÚCIO, A. Físico-química do processo LD. Belo Horizonte: UFMG,1965.

11 FARIA, M. A. A.; VIANA, J. F.; PEREIRA, M. A. Análise das reações de refino e formação de escória em convertedores. Revista Metalurgia & Materiais, v. 46, n. 424, p. 1016-1028, dez. 1993.
588696d27f8c9dd9008b46f4 1573492069 Articles
Links & Downloads

Tecnol. Metal. Mater. Min.

Share this page
Page Sections