Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
https://tecnologiammm.com.br/article/doi/10.4322/tmm.00403004
Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
Artigo Original

INFLUÊNCIA DOS TRATAMENTOS TÉRMICOS DE ESTABILIZAÇÃO E SOLUBILIZAÇÃO NA RESISTÊNCIA À CORROSÃO INTERGRANULAR DO AÇO INOXIDÁVEL AISI 347 FUNDIDO

INFLUENCE OF STABILIZATION AND SOLUTION TREATMENTS ON THE INTERGRANULAR CORROSION RESISTANCE OF A CAST AISI 347 STAINLESS STEEL

Tavares, Sérgio Souto M.; Souza, Vanessa M. de; Souza, José Adailson de; Kina, Aline Yae

Downloads: 1
Views: 498

Resumo

Os aços inoxidáveis austeníticos estabilizados ao Nb, tal como o AISI 347, podem ser utilizados em elevadas temperaturas (500oC-800oC), devido à boa resistência à fluência da estrutura austenítica. A adição de nióbio é feita para provocar a precipitação de carbonetos finos que endurecem e evitam a sensitização do material. Neste trabalho é investigada a importância dos tratamentos térmicos de solubilização e estabilização de estruturas brutas de fusão do aço AISI 347. Como principais resultados, conclui-se que, em peças fundidas e juntas soldadas para utilização em altas temperaturas, a seqüência de solubilização (1.100oC) e estabilização, na faixa de 850oC a 950oC, deve ser realizada para se evitar a precipitação de carbonetos de cromo e conseqüente corrosão intergranular. O aumento do tempo de solubilização a 1.100oC promove uma maior dissolução da ferrita delta e redistribuição do nióbio, aumentando, dessa forma, a resistência à corrosão intergranular após estabilização.

Palavras-chave

Aço AISI 347, Sensitização, Estabilização

Abstract

Nb-stabilized austenitic stainless steels (e. g., AISI 347) can be selected to high temperature services (500oC-800oC), due to the high creep resistance of austenitic structure. Niobium is added to form NbC fine carbides, which has two main functions: prevent intergranular corrosion and increase creep resistance. In the present work it is investigated the importance of the solution and stabilization treatment is as cast structures of AISI 347 steel. It is found that weld joints and cast components to be used at high temperatures must be solution treated at 1,100oC and stabilized in the 850oC – 950oC range to avoid chromium carbide precipitation and intergranular corrosion. The increase of the solution treatment time dissolves more delta ferrite and promotes a higher corrosion resistance after stabilization.

Keywords

AISI 347 steel, Intergranular corrosion, Stabilization

Referências



1 ENERMAN, J.; SCHWIND, M.; ANDRÉN, H.O.; NILSSON, J.O.; WILSON, A. The evolution of primary and secondary niobium carbonitrides in AISI 347 stainless steel during manufacturing and long-term ageing. Acta Materialia, v. 54, n. 1, p. 67-76, Jan. 2006.

2 PADILHA, A.F.; PLAUT, R.L.; RIOS, P.R. Annealing of cold-worked austenitic stainless steels. ISIJ International, v. 43, n. 2, p. 135-43, 2002.

3 MOURA, V.; YAE KINA, A.; TAVARES, S.S.M.; LIMA, L.D.; MAINIER, F.B. Influence of stabilization heat treatments on microstructure, hardness and intergranular corrosion resistance of the AISI 321 stainless steel. Journal of Materials Science, v.43, n. 2, p. 536-40, Jan. 2008.

4 LOPEZ, N.; CID, M.; PUIGGALI, M.; AZKARATE, I.; PELAYO, A. Application of double loop electrochemical potentiodynamic reactivation test to austenitic and duplex stainless steels. Materials Science and Engineering A, v. 229, n.1-2, p. 123-8, Apr. 1997.

5 VANDER VOORT, G.F. Metallography: principles and practices. New York: McGraw-Hill, 1984.

6 WILCOX, C.D., DOVE, S.B.; McDAVID, W.D.; GREER, D.B. UTHSCSA Image tool: version 2.00 alpha. San Antonio: Departament of Dental Diagnostic Science, University of Texas Health Science Center, 2007. Disponível em: . Acesso em: fev 2007.
588696c57f8c9dd9008b46ba 1573492069 Articles
Links & Downloads

Tecnol. Metal. Mater. Min.

Share this page
Page Sections