Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
https://tecnologiammm.com.br/article/doi/10.4322/tmm.2011.028
Tecnologia em Metalurgia, Materiais e Mineração
Artigo Original

FABRICAÇÃO DE SENSOR ORGÂNICO FLEXÍVEL PARA APLICAÇÃO EM TERAPIA COM LUZ AZUL

FABRICATION OF ORGANIC AND FLEXIBLE SENSOR FOR APLICATION IN BLUE-LIGHT THERAPY

Silva, Mariana de Mello; Ferreira, Giovana Ribeiro; Schimitberger, Thiago; Bianchi, Rodrigo Fernando

Downloads: 0
Views: 382

Resumo

A fototerapia com luz azul (460 nm - 490 nm) é o procedimento mais utilizado para o tratamento da icterícia em recém-nascidos. Contudo, dois fatores alteraram drasticamente a eficiência desse tratamento: (1) o espectro da fonte luminosa e (2) a dose de radiação absorvida pelos neonatos. Este trabalho apresenta o desenvolvimento de detectores de radiação orgânicos e flexíveis, de baixo custo, de bom desempenho e de fácil operação para monitoramento da radiação incidente em neonatos ictéricos sob tratamento fototerápico. O princípio de funcionamento dos dispositivos baseia-se na resposta óptica de filmes finos à base de dois materiais orgânicos luminescentes: o tris (8-hidroxiquinolinato de alumínio) - Alq3 e o poli[2-metóxi-5-(2’-etilóxi)-p-fenilenovinileno] - MEH-PPV, dispersos em matriz de poliestireno – PS sob efeito de luz azul. Os resultados obtidos mostram que a radiação atua no sentido de alterar a intensidade de máxima emissão do vermelho ao verde, passando pelo amarelo, dos filmes de PS/MEH-PPV/Alq3. Esse resultado é atribuído à fotodegradação do MEH-PPV e, consequentemente, as mudanças na sobreposição entre os espectros de emissão do Alq3 e de absorção desse polímero. A resposta óptica dos filmes com a radiação foi usada para fabricar um sensor orgânico flexível, inédito e de custo inferior a R$ 0,50, para controle das condições de exposição de neonatos ictéricos à fototerapia com luz azul.

Palavras-chave

Eletrônica orgânica, Nanotecnologia, Dispositivos, Fototerapia

Abstract

Blue-light therapy (460 nm - 490 nm) is the most common treatment of jaundice in newborns. However, the efficiency of this treatment is dependent of two factors: (1) the spectrum of light source and (2) the delivered dose to the neonates. This work presents the development of a low-cost, flexible, good performance and an easy detector operation based on organic materials for evaluation of radiation dose delivered by the phototherapy units to jaundice newborns. The operation principles of the device is based on the optical response of poly [2-methoxy-5-(2’-ethylhexyloxy)-p-phenylene - MEH-PPV, tris (8-hydroxyquinolinato aluminum)-Alq3 and polystyrene-PS thin films under the effects of blue-light. It is observed that the optical response of the PS/MEH-PPV/Alq3 films changes from red to yellow, and then to green with the radiation exposure. It is attributed to the photodegradation process of MEH-PPV and also to the spectral overlap between the photoemission of Alq3 and the absorption of MEH-PPV. The optical response of PS/MEH-PPV/Alq3 films was used to develop a novel organic flexible and low cost (

Keywords

Organic electronics, Nanotecnology, Devices, Phototherapy

Referências

1 TAN, K. L. Phototherapy for neonatal jaundice. Acta Paediatrica, v. 85, n. 3, p. 277-9, Mar. 1996.

2 RAI, A. K. et al. Spectroscopic studies and normal coordinate analysis of Bilirubin. Spectrochimica Acta Part A, v. 58, n. 10, p. 2145-52, Ago. 2002.

3 TAN, K. L. The pattern of bilirubin response to phototherapy for neonatal hyperbilirubinaemia. Pediatric Research, v. 16, n. 8, p. 670-4, Ago. 1982.

4 IP, S. et al. Hyperbilirubinemia and kernicterus: 50 years later. Pediatrics, v. 114, n. 1, p. 263-4, Jul. 2004.

5 SEGATTO, C.; ANAUATE, G.; BUSCATO, M.. Bebês Prematuros. Revista Época, n. 531, 21 jul. 2008. p. 104-12.

6 VASCONCELOS, C. K. B.; BIANCHI, R. F. Dosímetro de radiação não ionizante construído com polímeros conjugados. Patete n° PI 0700497-4 Brasil. 24 fev. 2007.

7 VASCONCELOS, C. K. B.; BIANCHI, R. F. Polímeros luminescentes como sensores de radiação não ionizante: aplicação em fototerapia neonatal. Polímeros: Ciência e Tecnologia, v. 17, n. 4, p. 325-8. Mar. 2007.

8 VASCONCELOS, C. K. B. et al. Polímeros luminescentes como sensores de radiação não ionizante: aplicação em fototerapia neonatal. In: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Ciência e Tecnologia. Prêmio de Incentivo em Ciência e Tecnologia para o SUS: Edição 20 anos do SUS 2008. Brasília, DF, 2008. v. 1, p. 124-8.

9 FERREIRA, G. R. Preparação, caracterização e fabricação de sensores de acúmulo de dose de radiação azul baseado em sistemas orgânicos luminescentes. 2008. 112 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Materiais) − Instituto de Ciências Exatas e Biológicas da Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2008.

10 FERREIRA, G. R.; VASCONCELOS, C. K. B.; BIANCHI, R. F. Design and characterization of a novel indicator dosimeter for blue-light radiation. Medical Physics, v. 36, n. 2, p. 642-4, Jan. 2009.

11 VASCONCELOS, C. K. B.; BIANCHI, R. F. A blue-light dosimeter which indicates the dose accumulation by a multicoloured change of photodegraded polymer. Sensors and Actuators. B, Chemical, v. 143, n. 1, p. 30-34, Dec. 2009.

12 FERREIRA, G. R.; VASCONCELOS, C. K. B.; BIANCHI, R. F. Dosímetro pessoal de radiação azul baseado em sistemas orgânicos luminescentes.In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FÍSICA MÉDICA, 14., 2009, São Paulo. Anais... São Paulo: Anvisa, 2009. p. 1-4.

588696a47f8c9dd9008b4622 tmm Articles
Links & Downloads

Tecnol. Metal. Mater. Min.

Share this page
Page Sections